5 de junho de 2011

SAMMY, ♥ [parte 4]



Um Sapinho, com uma carta escrita:

 ”Comprei um singelo presente para você, espera que tenha gostado, foi com todo carinho e amor do mundo, pode acreditar... não vejo a hora de poder te tocar, sentir nossos corpos colarem, nossos lábios lentamente entregarem completamente um ao outro sem medo de nada dar errado, nesse momento só será eu e você, seu coração e o meu, sem espaço para sua tamanha curiosidade.”

   Sammy sorri, guarda a carta junto com as outras e liga seu computador, quando abre seu MSN, Keith já tinha adicionado, ela aceita e conversa com a Keith,
- Amiga chegou mais um aqui! *------* - Digita Sammy.
- Sério? O que tinha nesse? – Digita Keith.
- Um Sapinho de pelúcia e outra cartinha – Digita Sammy.
- Aaaain, que quero um admirador secreto desse! – Digita Keith.
- Você já tem seu Roan, rs. – Digita Sammy
- Tenho nada, ele é meu amigo tá?! :$ - Digita Keith.
- Então tem o Júnior.. Rs. – Digita Sammy.
- Ah, esse é muito meu! Rs, mais tá curiosa pra saber quem é miga?- Digita Keith.
- Sim, bastante! – Digita Sammy.
- Amanhã a gente descobre.. – Digita Keith.
- É eu vou sair aqui vou dormir beijos amor!– Digita Sammy.
- Beijão! – Digita Keith.
      Sammy Desliga o computador e dorme, ao acordar no dia seguinte, toma banho se arruma e desce para tomar café da manhã, estão todos na mesa, exceto Júnior.
- Cadê o Júnior? – Diz Sammy, pegando uma torrada.
- Não vai ao colégio hoje, está com febre, estou até levando o café para ele... – Fala Srº. Sandy.
- Aaaaah, fala a ele que mandei um beijão! Vamos logo pai! – Fala Sammy puxando o pai pelo braço.
- Vamos, Vamos! – Levanta Sr. John, tomando café até ficar em pé deixa o café na mesa e sai.
     Sr. John leva Sammy ao colégio que se despede e corre para dentro da sala, no corredor ela se bate com Roan, que olha para Sammy com um olhar simples se desculpa e passa a diante, aquela cena fica marcada para Sammy, pois ele foi o primeiro garoto que não babou por falar com ela, Keith chega até Sammy e fala com ela:
- Já sei como vamos descobrir... – Fala Keith com um olhar diabólico.
- Como? – Responde surpreendida Sammy.
- Vamos pesquisar um grupo de cada vez, e observar apenas os alunos da nossa classe! – Fala Keith.
- Mas, se ele não for da nossa sala? – Fala Sammy.
- Não sei... Mas não vem ao caso, vamos supor que seja esse o primeiro plano! – Sugere Keith.
- E por qual começamos? – Pergunta Sammy.
- Basquete! – Responde Keith com os olhos brilhando.
- Quer ver o Roan né? – Pergunta Sammy, Rindo.
- Não estaremos lá a trabalho... Esqueceu? – Diz Keith.
- Claro! Claro! – Responde Rindo Sammy.
- Tem treino para eles no intervalo, vamos para sala de aula e depois os seguimos... – Sugere Keith.
- Mais a gente tem aula nos dois últimos horários, - Fala Sammy.
- Ter não significa assistir! – Fala Keith, com seu olhar malicioso.
     Assistem às aulas normalmente todos da sala de Sammy e Keith, até chegar o intervalo... Hoje é dia do treino do basquete, todos os jogadores de basquete do time colegial são liberados para a quadra onde vão treinar, as meninas correm para o ginásio da escola, fica todo o intervalo no banco observando o treino, quando chega Roan e senta junto com elas.
- Oi Keith... Oi Sammy. – Diz Roan.
- Oi - Responde Sammy sem desviar o olhar para ele, observando os meninos treinarem.
- Oi... Tudo bom? – Responde Keith.
- Sim, Gosta de basquete Keith? –Fala Roan
- AMO! E porque não está jogando? – Fala Keith.
- Atrasei ontem, dois minutos e não mim deixaram jogar mais... Só estou assistindo... – Responde Roan Rindo.
- Que pena... – Lamenta Keith
    O treino começa tudo normal e não aparece ninguém suspeita, Sammy fica atenciosamente observando um por um e Keith fica conversando com Roan, quando um garoto se machuca dentro da quadra, os três que estavam nas arquibancadas invadem a quadra para ver o que está acontecendo, o professor reclama com os três por invadirem a quadra sem permissão, eles falaram que queriam só ajudar, o professor fala que eles tem cinco minutos para irem para sala, ou caso contrário o diretor vai saber... As meninas dão um passo para trás, e Roan fica na frente delas e de frente ao professor,
- Quem você pensa que é? Gosta de exibir sua autoridade... Exibe essa merda de autoridade dá uma providência agora, você se importa mais com sua reputação do que com o bem estar dos alunos, - Fala Roan, Levantando o Garoto que se machucou, colocando-o com a mão no seu ombro e se dirigindo a enfermaria.
- Quem eu penso que sou? Eu sou Leopold Snalfield, preparei varias gerações durante esses 19 anos que treinei meus alunos aqui, e não perdi um colegial... Se você tivesse um pouco de moral para falar comigo, mas é um aluno indisciplinado e não tem vaga no meu time por se atrasar em seu primeiro compromisso, estou errado Roan Skyller? – Fala o Professor de Basquete Leopold.
    Sem olhar para trás, Roan sai levando o garoto para enfermaria e as meninas vão atrás dele até metade do caminho vão para sala, enquanto Roan fica na enfermaria com seu colega, depois de alguns minutos o Professor Leopold vai a Enfermaria.
- Tudo bem com o garoto? – Pergunta Leopold.
- Não sei... – Responde Roan cortando assunto.
- Te devo desculpas pelo mal entendido acontecido na quadra, eu fui egoísta e não quis reconhecer seu ponto de vista, eu queria te pedir desculpas e te pedir para voltar para os treinos novamente... Você tem um grande futuro...  – Fala Leopold.
- Não! Eu só volto a jogar basquete com seu time, quando eu perceber que as pessoas que montam nossa equipe forem mais importantes que nossos títulos... Você tinha que ter outro comportamento, você treina todas as modalidades... Se toca!– Fala Roan, saindo da enfermaria e deixando o técnico falando sozinho novamente.
     Quando o ultimo horário toca Sammy e Keith saem da sala, tocada com o que aconteceu na quadra Keith e Sammy procurando Roan para saber o que aconteceu com o garoto, quando de repente surge um comunicado a todos os alunos via caixa de som,
*     Por favor todos alunos de todas as séries, se dirijam até ao auditório, Obrigado à Direção.
- Descobriram que filamos! – Fala Sammy
- Para de falar merda! – Fala Keith
      Todos vão para ao Auditório inclusive Sammy e Keith.
- Tô morrendo de fome! Que inferno... – Fala Keith.
      Sammy ri e entra no auditório do colégio pela primeira vez, se encanta com o tamanho e vê os alunos se acomodando sentando nas cadeiras, quando Keith avisa de longe Roan sentado sozinho no canto.
- Sammy vem comigo achei o Roan! –Sai Keith, pegando na mão de Sammy e puxando-a.
     Keith senta do lado de Roan e Sammy do lado de Keith.
- Oi Roan, o que aconteceu com o garoto? – Fala Keith.
- Eu não sei, deixei ele lá o treinador veio encher o saco... – Responde Roan, estressado com algo.
     Sammy, fica observando a conversa dos dois.
- Mais se resolveram né? Você vai voltar a jogar e tudo bem... – Fala Keith Alegre.
- Não pelo contrário, só brigamos.. – Fala Roan, olhando para ela.
      O diretor do colégio aparece no palco do auditório e fala:
- Olá, eu sou Diretor David Sirmick, irei fazer um breve comunicado sobre as aulas do teatro do nosso colégio, irá começar amanhã, a lista de inscrição já começa a partir de agora só procurar a Senhora Grunwell... Para quem eu passo a palavra agora.
- Olá, alunos e alunas do High School Manhattan City, amanhã a tarde vamos ter um teste aqui no turno da manhã, por favor, não se atrasem.. – Fala Senhora Grunwell.
- Palestra Encerrada! – fala o Diretor David.
- E aí, vamos participar Sammy? – Pergunta Keith.
- Sim Sim, gostaria muito! – Responde Sammy.
- Vamos Roan? – Pergunta novamente Keith.
- Acho melhor não, estou com a cabeça em outro lugar... – Responde Roan.
     Os alunos começam a levantar quando... Alguém fala.
- Eu tenho um comunicado a fazer! – Diz o Professor Leopold.
     Todos os alunos param para escutá-lo.
-.. Gostaria de lembrar que... Os alunos do futebol e basquete estão sobrecarregados com as tarefas extras, ou seja, os treinos... Portanto não poderá participar.. – Fala Leopold.
- Eu vou participar! – Fala bem alto Roan.
     Todos se surpreendem...
- Você não faz parte do nosso time garoto - Fala Leopold.
- Sim, não faço, mais creio que você nem ninguém tem o direito de impedir as pessoas de fazer o que elas queiram... – Fala Roan.
     Roan dá as costas e sai andando... E o salão começa a esvaziar... Saindo todos, ficando apenas Sammy e Keith que querem se matricular... Keith vai à frente e Sammy vai logo em seguida, enquanto Keith está preenchendo sua ficha, Sammy ver uma cartinha caída no chão, ela pega e dá a Senhora Grunwell, ela observa a frente da carta e diz que a carta é para ela.
   Sammy abre a carta, toma distancia do pessoal e começa a ler mentalmente.

“Tão meiga, tão linda tão... perfeita. Cada vez mais fica difícil aprender a te definir, a cada dia que passa minha vida está dependendo da sua, vivo para te olhar nem que seja de longe, cada vez mais meu dia depende de te ver...”

3 comentários:

Anônimo disse...

Uaal Dih, num sabia que vc era romântico assim não. Sabe até pensar como pensa uma menina.. uahsuasas não tome isso como uma ofensa amoor..
Vc entendeu oq eu quis dizer, enfim a historia ta cada vez melhor, quero logo saber quem é ele =/

Tá de parabens de novo viu... s2

beijiinhos, Taiih*

diih mercês - disse...

Caalma Taaihm *-*

Anônimo disse...

Gosteii desse Roan ..huashuuhsahusa
E as cartinhas em? mt fofas*--*
Ta mt boom !
bju Thai